terça-feira, 25 de março de 2008

Olhar e não ver...tantos que fazem isso. Não queremos ver o que se nos depara, por vezes tão óbvio. Continuamos o nosso caminho e deixamos acontecer; Let it be, Let it be...
Nem sempre será o melhor. Há exemplos de vida que, não nos passa, lutam contra a corrente para chegar ao seu destino. E o melhor, é que vencem. Já adivinharam...O Salmão.
Fazemos nós o mesmo? Ou quando a corrente começa a aumentar, deixamo-nos ir nela, porque é mais facil? Pois (...) nem todos, nem sempre, fazemos isso.
Muitos fazem o que lhe dá; sem olhar, ainda que ao seu redor tudo indica que estão errados, eles continuam. Espero que a causa seja nobre, pois se não o for...